Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Tablespace’

Gerenciando tablespaces no Oracle 11g – Parte I

31, julho, 2011 8 comentários

Um banco de dados é armazenado logicamente em uma ou mais tablespaces que, por sua vez, é armazenada fisicamente no disco em um ou mais arquivos para cada tablespace. Devemos ser capazes de alocar corretamente os arquivos, ter controle do crescimento e saber quando agir. Você sabe onde estão os seus tablespaces ? Sabe o tamanho deles ? Eles estão no mesmo disco ? Enfim, pretendo fazer dois artigos com informações de gerenciamento de tablespace no banco de dados Oracle.

É de grande importância que as tablespaces estejam em discos diferentes, que tenha algum método de RAID e/ou melhor, que seja gerenciado pelo ASM (Automatic Storage Management), assim podemos garantir garantir um alto nível de desempenho, disponibilidade e facilidade de recuperação. Entretanto, devemos distribuir em vários discos seus arquivos de dados, mantendo cópias espelhadas dos archive logs e control files.

Smallfile X Bigfile

A partir da versão do 10g, é possível criar um tipo de tablespace, chamada bigfile. Essa novidade também se aplica no Oracle 11g. Com esse novo recurso, podemos criar um arquivo de dados de terabytes, utilizando a opção bigfile. A tablespace bigfile, contém somente um arquivo de datafile ou um tempfile, que contém aproximadamente 4 bilhões de blocks. O tamanho máximo de um único datafile ou temfile é de 128 terabytes, para uma tablespace de 32k de blocos e 32TB para uma tablespace com 8k blocos.

Já a tablespace smallfile é padrão, que pode contém 1022 datafiles ou tempfiles, cada uma podendo ter aproximadamente 4 milhões de blocos.

Como no próprio site da Oracle, existe algumas restrições na criação do bigfile, as mais importantes são: Você só pode especificar apenas um datafile na cláusula DATAFILE e/ou na TEMPFILE, Você também não pode especificar EXTENT MANAGEMENT DICTIONARY.
Leia mais…

Tags: